Crédito

CMN aprova novos financiamentos para setor sucroenergético

Hewlett-Packard O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu dia 27 de março as regras para financiamento da estocagem de etanol combustível. Usinas, destilarias, cooperativas, empresas vendedoras de etanol e distribuidoras de combustíveis vão ter acesso a R$ 2 bilhões. A dívida será corrigida pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), acrescida de 2,7 pontos percentuais ao ano. Segundo a decisão, a contratação do financiamento estará disponível de 1° de maio a 30 de novembro, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, nos estados do Ceará, Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins e nos municípios baianos de Juazeiro e Medeiros Neto. De 1° de setembro a 28 de fevereiro de 2015, terão acesso ao financiamento: Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e demais cidades da Bahia. Foram definidas ainda as novas regras do Programa de Apoio à Renovação e Implantação de Novos Canaviais. Os financiamentos no âmbito do programa também serão corrigidos pela TJLP, acrescida de 2,7 pontos percentuais ao ano. O prazo de pagamento é até 72 meses, com possibilidade de carência de 18 meses. Os recursos disponíveis para os empréstimos somam R$ 3 bilhões, sendo R$ 300 milhões para produtores rurais e cooperativas e R$ 2,7 bilhões para pessoas jurídicas.

 Imprensa Sifaeg com dados da Agência Brasil

Deixe um comentário