23ª Fenasucro atinge expectativas e fomenta negócios para a retomada do setor sucroenergético

pq_Feira_é_a_principal_vitrine_tecnológica_do_setor_sucroenergéticoA 23ª Fenasucro & Agrocana (Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética), realizada entre os dias 25 e 28 de agosto, em Sertãozinho (SP), demonstra o ânimo da cadeia produtiva da cana-de-açúcar para a retomada do setor sucroenergético. Isto porque o balanço da feira, que é a principal vitrine tecnológica e a maior do mundo no segmento, aponta que as metas estabelecidas para 2015 foram atingidas. Em busca de soluções e alternativas, cerca de 30 mil visitantes/compradores passaram pela feira para conferir as mais de 1.000 marcas expostas nos pavilhões. O volume de negócios, segundo a organização, atingirá os R$ 2,8 bilhões, iniciados na feira e que serão concluídos no decorrer de 2015. A energia limpa e a cogeração se destacaram no evento, apontadas entre as principais estratégias para novos rumos do setor.

Dentro das metas atingidas, a Fenasucro & Agrocana cumpriu o objetivo na geração de negócios para a modernização e reaparelhamento das usinas. A Zanini Renk fechou vários negócios, entre eles, a venda de uma unidade de redutores planetários rolo a rolo Flex Max 2.0 para a Usina Conquista do Pontal, do Grupo Odebrecht Agroindustrial. De acordo com o CEO da empresa, Mauro Cardoso, o equipamento foi lançado na edição 2014 da feira e aprimorado ao longo do ano. “Além dos equipamentos nós fechamos também o contrato de manutenção e serviços em longo prazo o que garante mais vida útil ao redutor”, conta.  As expectativas da empresa Sergomel também foram atendidas, afirma o diretor comercial Wagner Laércio Gomes. “Tivemos alguns orçamentos previstos que, se concluídos, somarão R$ 10 milhões de reais”, revela. A TGM também considera positiva a edição deste ano da feira. “Fechamos importantes negócios na Fenasucro & Agrocana. A feira nos trouxe uma visibilidade muito grande”, aponta o gerente comercial Mauro Moratelli.

As medidas anunciadas pelo governo estadual durante a Fenasucro & Agrocana também colaboraram para os negócios, incentivando empresários do setor. O vice-governador Márcio França anunciou a destinação de R$ 3 milhões para a segunda etapa do projeto de suporte tecnológico das empresas do Aglomerado Produtivo de Metal-Mecânico de Sertãozinho e Região. Outra medida foi a assinatura de protocolo de intenções para a viabilização da distribuição de gás biometano produzido por meio da vinhaça. O documento foi assinado pelo Secretário estadual de Energia, João Carlos de Souza Meirelles, e pelas empresas GasBrasiliano (distribuidora), Malosso Bioenergia (fornecedora da vinhaça) e Consórcio CSO (produtor da tecnologia de biodigestão de vinhaça). A organização acredita que, de acordo com as liberações de crédito do governo, o volume de negócios deste ano ainda supere o estimado.

O público cada vez mais qualificado também foi destaque. “A feira cumpriu o seu papel e trouxe clientes que esperávamos. Além disso, a qualidade de visita foi ainda melhor. Nosso público veio com foco e intenção de fechar negócio, mesmo que em longo prazo”, afirma o Diretor da Siemens, Ricardo Muniz Ferreira. Também presente na Fenasucro & Agrocana, o diretor da Citrotec, Bernardo Câmara, disse que neste ano as possibilidades de negócios foram maiores, assim como a qualidade em cada visita no estande da marca.

Presente no evento pela primeira vez, a empresa americana Fluid Quip apresentou sua linha de equipamentos para a geração de etanol do milho. De acordo com a gerente comercial da América do Sul, Mariana Biasi, participar da feira foi bastante positivo para a empresa. “Como estamos entrando no mercado sul-americano gostaríamos de apresentar nossos produtos ao público de maneira eficaz e a escolha da Fenasucro & Agrocana foi justamente por atender todas nossas necessidades, por ser a maior feira de tecnologia sucroenergética do mundo e, principalmente, quanto ao público, já que o evento reúne todas as principais usinas do país, nosso público-alvo. Com certeza estaremos novamente na feira no próximo ano”, disse.

A Chicago Pneumatic, marca que oferece soluções para o uso de ar comprimido voltado à indústria sucroenergética, participou da feira pela segunda vez. “Recebemos em nosso estande um público muito qualificado e que de fato está preocupado em adquirir soluções eficientes. Nossa intenção é continuar participando da feira e, assim, fortalecermos a marca junto ao público da Fenasucro & Agrocana”, afirmou a diretora Caroline Casagrande.

Rodadas de negócios internacionais

As rodadas de negócios internacionais trouxeram à feira compradores de 30 países como África do Sul, Argentina, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Peru, Sudão e Venezuela. No estande da APLA/APEX participaram 61 empresas brasileiras vendedoras, gerando 691 oportunidades de negócios. O valor total negociado foi de cerca de US$ 290 milhões, de acordo com as pesquisas realizadas durante as rodadas de negócios. “Essa edição da feira superou nossas expectativas”, disse Flávio Castelar, diretor executivo da APLA (Arranjo Produtivo Local do Álcool).

Qualificação sucroenergética

A presença e a frequência de um público cada vez mais qualificado na Fenasucro & Agrocana são resultados do trabalho da organização do evento em aliar o ambiente focado para negócios ao espaço criado para ser difusor de conhecimento, informação e tendências dentro da feira: o Espaço de Conferências. Nesta edição, 2 mil pessoas participaram das mais de 90 horas de eventos de conteúdo promovidos.

Entre os temas debatidos no Espaço de Conferências, perspectivas de mercado, comércio internacional, safras futuras e questões atuais dos segmentos de açúcar e etanol, foram os principais destaques da edição 2015.

Realizada pelo CEISE Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis) e organizada pela Reed Exhibitons Alcantara Machado), a Fenasucro & Agrocana é o evento que reúne toda cadeia produtiva da cana-de-açúcar e lideranças do setor sucroenergético. Neste ano, a feira contou com o patrocínio da GM (Chevrolet) e do Banco do Brasil e do patrocínio bronze da Caixa Econômica Federal.

A 24ª edição já está marcada para os dias 23 a 26 de agosto de 2016.

Números 23ª Fenasucro & Agrocana

Público: 30 mil visitantes/compradores

Volume de negócios: R$ 2.8 bilhões a serem concluídos até o final de 2015.

Marcas: mais de 1.000 em exposição

Parceria SEBRAE SP: 10 micro e pequenas empresas presentes na feira

Presença de representantes de 100% das Usinas Brasileiras

Representantes de usinas e indústrias de mais de 30 países

Área de exposição de 70 mil m²

Mais de 90 horas de eventos de conteúdo

Espaço de Conferências: presença de 2 mil pessoas

Rodadas Internacionais Apla/Aplex: US$ 290 milhões

Setores da Feira: Agrícola, Fornecedores Industriais, Processos Industriais, Transporte e Logística e Energia.

Imprensa Fenasucro