A importância do treinamento para o plantio mecanizado

canavial usina- São JoãoO plantio de cana-de-açúcar passou por grandes mudanças nos últimos anos, saindo de uma operação basicamente manual, com intensivo uso de mão de obra desde a produção das mudas até o plantio propriamente dito, para uma atividade totalmente mecanizada. Plantadoras ou distribuidoras de cana utilizam mudas produzidas pelas colhedoras de cana e em uma única operação realizam a abertura do sulco de plantio, a distribuição do adubo e das mudas, a aplicação de defensivos e o fechamento do sulco de plantio. Deixam o plantio pronto em uma única ação, uma atividade que anteriormente era realizada em várias etapas.

Assim, o mercado sentiu a necessidade de treinamento para os envolvidos no plantio mecanizado, demandando uma nova ação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que recebeu o nome de Treinamento em Plantio Mecanizado de Cana-de-Açúcar. O Treinamento é realizado em três dias com carga horária total de 24 horas. O público alvo são todos os envolvidos no plantio mecanizado: os operadores dos tratores que tracionam as plantadoras ou distribuidoras de cana, os operadores das plantadoras e os operadores das colhedoras, que produzem as mudas para o plantio mecanizado. “Toda a equipe tem de estar qualificada, trabalhando com segurança para alcançar o sucesso que a operação pode proporcionar”, explica o instrutor da Senar Ronaldo Rocha. Rocha complementa que o maior gargalo do plantio mecanizado de cana atualmente é, efetivamente, a qualificação da mão de obra. “As máquinas, apesar de terem relativamente pouco tempo de desenvolvimento, apresentam condições técnicas que possibilitam adequar para as muitas situações de campo encontradas, como variações da quantidade de gemas por metro e adubação”, ressalta. O instrutor complementa que a equipe de plantio é a responsável pelas regulagens e pelo acompanhamento das muitas etapas do plantio mecanizado. Todos estes aspectos são discutidos e realizados no Treinamento de Plantio Mecanizado de Cana-de-Açúcar. “O treinamento busca despertar nos colaboradores envolvidos a parcela de responsabilidade de cada um para o sucesso da atividade”, finaliza.

Deixe um comentário