Warning: session_start(): open(/var/lib/php71/session/sess_a888132b2d27e9e87627ff635da3e753, O_RDWR) failed: Permission denied (13) in /home/storage/d/73/6a/sifaeg1/public_html/wp-content/themes/yoo_revista_wp/warp/systems/wordpress/helpers/config.php on line 48

Warning: session_start(): Failed to read session data: files (path: /var/lib/php71/session) in /home/storage/d/73/6a/sifaeg1/public_html/wp-content/themes/yoo_revista_wp/warp/systems/wordpress/helpers/config.php on line 48
Biocombustíveis são tema do III Canal Sucroeste | Sifaeg

Biocombustíveis são tema do III Canal Sucroeste

Written by Depto. Tecnologia on . Posted in Informe SIFAEG, xTimeLine

foto fatiaO Seminário Canal Sucroeste, promovido pela terceira vez dentro da programação da Feira de Fornecedores e Atualização Tecnológica da Indústria de Alimentação (Ffatia), foi realizado na sexta-feira, 31, no Centro de Convenções de Goiânia. O evento fez parte da programação de encerramento da Feira e trouxe como tema central os “Biocombustíveis – Desafios e Oportunidades”. Abordagens relacionadas aos setores sucroenergético, biodiesel e bioeletricidade foram feitas a fim de analisar os cenários atuais e futuros desse mercado.

 O presidente do Fórum Nacional Sucroenergético e Presidente-Executivo do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás e do Sindicato da Indústria de Fabricação de Açúcar do Estado de Goiás (Sifaeg/Sifaçúcar), André Rocha, ministrou a palestra abordando um dos assuntos mais recorrentes no meio: “A crise vai passar? Como serão os cenários futuros do setor de produção de etanol, açúcar e bioeletricidade no Brasil e no mundo”.

André ressaltou três pontos principais: açúcar, etanol e bioeletricidade.

Segundo ele, no que se refere à alimentação, a população mundial vem crescendo e o consumo também, o que faz com que a venda de produtos doces ou o próprio açúcar não seja comprometido. Apesar disso, antecipou que, para o próximo ano, a expectativa é de diminuição de safra.

Quanto ao etanol, a abordagem foi comparativa entre os Estados brasileiros.

Goiás é o segundo maior produtor de cana-de-açúcar e de etanol do País – perdendo apenas  para  São  Paulo – e possui ao todo 37  usinas  instaladas, o  que  gera  empregos  diretos  e  indiretos  a  cerca  de  100 mil pessoas.  Em 2014, a expectativa é que sejam processadas 60 milhões de toneladas de cana até o final do ano. “Com relação ao novo governo, nossa expectativa é que ele mude”, comentou André, referindo-se ao cenário econômico nacional.

Também dentro da grade de palestrantes do seminário estava o diretor operacional da empresa de tecnologia do setor sucroalcooleiro e bebidas destiladas Fermentec, Henrique Berbert de Amorim Neto. Ele abordou a questão das “Perdas na indústria de produção de açúcar e etanol”, expondo estudos de casos a respeito de perdas de produto durante o processo de beneficiamento da cana-de-açúcar. “O trabalho de comunicação é importante para a conscientização dos colaboradores dentro da usina. Já o investimento com amostragens e capacitação são muito baratos”, afirma, ressaltando que, dependendo da usina, esse processo é pago em um mês de trabalho.

 O presidente da Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil (STAB), José Paulo Stupiello, falou sobre os “Fundamentos da eficiência agroindustrial”. Também durante o encontro matutino, o engenheiro químico com vivência de mais de 28 anos no setor sucroenergético, Fernando Cullen Sampaio, trouxe uma abordagem sobre “Usina flex – cana/cereais, receita de sucesso”, baseada em sua vasta experiência neste mercado.

 Segundo a editora do Canal – Jornal da Bioenergia, publicação veiculada nacionalmente há oito anos, Mirian Tomé, o Canal Sucroeste é uma evento que, desde sua primeira edição, sempre primou pela qualidade. “Palestrantes renomados trazem os temas de maior relevância no momento e oferecem, assim, uma estratégica oportunidade para os profissionais que atuam no setor sucroenergético se atualizarem”, afirma.

O seminário é uma realização do Canal – Jornal da Bioenergia em parceria com o Grupo de Estudos de Maximização da Eficiência Agroindustrial (Gemea) e a Reed Alcântara Machado Ltda. O Sifaeg e o Sifaçúcar apoiam institucionalmente o evento.

 fatia 1

Depto. Tecnologia

teste