Jalles Machado recebe Prêmio Inova do Centro de Tecnologia Canavieira

jalles3O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) concedeu à Jalles Machado o Prêmio Inova. A Premiação é um reconhecimento ao perfil inovador da usina, que investe em novas tecnologias, melhoramento genético e sustentabilidade, com foco no aumento constante de produtividade da cana, em suas unidades: Jalles Machado e Unidade Otávio Lage.

A premiação é feita com base num índice que mede o quanto o grupo é arrojado no uso de tecnologias de melhoramento genético e introdução de novas variedades de cana. São premiadas cada uma das seis regiões produtoras do Estado de São Paulo e os principais Estados do Centro-Sul. A Jalles Machado conquista o Prêmio pela segunda vez consecutiva, sendo a unidade de Goiás que está mais avançada no uso de tecnologia e material genético da cana-de-açúcar.

O diretor-presidente da Jalles Machado, Otávio Lage de Siqueira Filho, afirma que, com a disponibilização de tecnologias, o CTC tem procurado aumentar a produtividade, baixar custos e fazer com que o setor seja mais competitivo. “Ficamos felizes, porque é o reconhecimento do trabalho de toda a equipe agrícola e fruto de uma parceria com o CTC, no desenvolvimento de pesquisas. A Jalles se destacou em Goiás nessa parceria que tem dado exemplo e gerado bons resultados, como as variedades de cana da linha 9000, adaptadas às condições de Cerrado”, ressaltou.

A utilização de um dos planteis mais modernos possibilita à empresa ter uma produtividade agrícola acima da média. “O setor passa crise por uma das maiores crises de sua história, que culminou na queda de produtividade. E hoje a Jalles Machado é um ilha de excelência nesse universo. As produtividades médias do Centro-Sul estão abaixo de 75 toneladas de cana por hectare, enquanto as unidades da Jalles Machado figuram na casa dos três dígitos, a partir de 100 toneladas. O grupo está de parabéns com esses resultados”, ressalta o gerente comercial do CTC, Luiz Antônio Dias Paes.

Para o diretor de operações da Jalles Machado, Joel Soares, a premiação é resultado de um esforço conjunto. “É um ganho da empresa, resultado de trabalho em equipe e também dos acionistas. Com a utilização dessas novas variedades, conseguimos ter uma performance melhor no campo e consequentemente na indústria”, explica.

Assessoria de Imprensa da Jalles Machado

 jalles 1jalles 2