Mercado mundial de açúcar em debate na Conferência Datagro

açucarAÇÚCAR E ETANOL: UMA AGENDA PARA O FUTURO – Esse foi o tema de um dos painéis do segundo dia da 13ª Conferência Internacional Datagro.

José Gerardo Fontelles, Secretário Executivo do Ministério da Agricultura, foi o coordenador do Painel. O palestrante foi Peter Baron, diretor executivo da ISO (Organização Internacional do Açúcar).

Peter Baron fez uma análise sobre os cenários mundiais, atuais e futuros, para o etanol e açúcar. Segundo ele, o mundo deve precisar de maior produção de açúcar até 2020. Já em 2014/15 o mercado tende a atingir um equilíbrio com a redução dos estoques internacionais do produto. Sobre o etanol, Peter avalia que o biocombustível assumirá importância crescente no mercado mundial, já a partir do próximo ano.

Sobre a situação das indústrias sucroenergéticas, ele mais uma vez, como tem dito em todos os eventos da Datagro, alertou para a necessidade de diversificação da produção como fator de competitividade de lucratividade. Disse que a produção do bioplástico assumirá cada vez mais importância em todo o mundo, com um mercado em crescimento.

No geral, as colocações feitas na Conferência tem estimado uma redução do superávit global de açúcar ao final da safra 2013/14, em setembro do ano que vem, para 2,3 milhões de toneladas 2013/14. Na safra 2012/13, o excedente foi de 9,6 milhões de toneladas. A nova projeção está abaixo do que a Datagro previa no início de outubro, de 3,06 milhões de toneladas em setembro de 2014.

Deixe um comentário