Morre um dos pioneiros do setor sucroenergético em Goiás

Morreu na madrugada de terça-feira, aos 72 anos, Segundo Braoios Martinez, que dedicou mais de 30 anos ao setor sucroenergético. Ele ajudou a criar a empresa Jalles Machado, era acionista e membro do conselho de Administração da empresa.

Segundo também foi presidente do Conselho Deliberativo do Sindicato das Indústrias de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (SIFAEG) e do Sindicato da Indústria de Fabricação de Açúcar de Goiás (SIFAÇÚCAR) por 12 anos (2002 a 2014). E foi o fundador e presidente da Associação dos Fornecedores e Plantadores de Cana do Vale do São Patrício. O empresário também integrou a diretoria da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), foi sócio-fundador e vice-presidente do conselho de administração da Coopercred, sócio-diretor da Seringueira Braolhos Ltda e presidente da Associação dos Produtores de Borracha Natural dos Estados de Goiás e Tocantins.

Segundo Braoios Martinez, nasceu em 15 de março de 1943, em Tanabí-SP, foi sócio de duas empresas na capital paulista. Veio definitivamente para Goiás em 1974 e se instalou em Goianésia. Em 1981, já era sócio da Destilaria Goianésia Álcool e, na mesma época, foi fundador e superintendente da Cooperativa dos Produtores de Cana de Goianésia, onde administrava o plantio de cana e a comercialização do produto dos cooperados.

Segundo Braoios foi pioneiro também na área da heveicultura, ou seja, o cultivo de árvores de onde se extrai o látex (matéria-prima da borracha). As primeiras mudas de seringueiras foram trazidas por ele de São Paulo no início da década de 1990 e hoje a região do Vale do São Patrício é uma das maiores produtoras de borracha natural de Goiás.