Parceria da SJC Bioenergia com o SENAI beneficiará jovens de Quirinópolis e região

Na terça-feira, 22 de dezembro, o Projeto de Aprendizagem Industrial do SENAI, na região de Quirinópolis, recebeu da SJC Bioenergia equipamentos e máquinas agrícolas para melhoria das aulas teóricas e praticas do curso de Mecânico de Manutenção em Máquinas Agrícolas. O curso forma em 2016 sua primeira turma. Para apoiar a formação dessa turma e das próximas, a SJC Bioenergia realizou uma doação de R$500 mil, provenientes de recursos do BNDES para Projeto Social associado ao financiamento suplementar da Usina Rio Dourado. O dinheiro foi convertido na compra de um trator, motores, peças para máquinas agrícolas e uma série de ferramentas.

O projeto ao todo foi possível por meio da parceria entre SJC Bioenergia, Usina Boa Vista (Nova Fronteira) e Prefeitura Municipal de Quirinópolis, tendo cada um contribuído sua parte para que se tornasse realidade. O objetivo da iniciativa é permitir a formação de mecânicos e a qualificação do ensino técnico, na região de Quirinópolis, garantindo assim, o direito de jovens à educação e, consequentemente, a um desenvolvimento pleno de sua formação profissional.

A SJC Bioenergia recebe todos os anos uma média de 70 jovens aprendizes, nas áreas administrativa, industrial e agrícola, sendo que nos últimos anos já passaram pela empresa mais 240 jovens nesse convênio. Os cursos de aprendizagem do SENAI Quirinópolis, de acordo com informações da própria instituição, já formou 540 jovens.

Os jovens são incentivados a desenvolverem todo o seu potencial produtivo ao longo de um ano. Durante o curso, os estudantes passam por atividades continuadas na SJC Bioenergia e nas salas de aula do SENAI, tendo a oportunidade de se capacitar para o mercado de trabalho. “Muitos aprendizes apresentam um bom desempenho profissional e são contratados logo após o encerramento do curso”, reconhece Jeferson Degaspari.

Para o diretor, o programa é fundamental para melhoria da qualidade profissional de nossos colaboradores e traz novas habilidades para quem participa do projeto como tutores dos estudantes, tendo a oportunidade de transmitir o conhecimento adquirido ao longo da carreira.

Gisele Marques da Silva, de 20 anos, que participou do Programa Aprendiz, atua no departamento jurídico da SJC Bioenergia está entre os jovens que foram contratados com o término do programa. Ela explica que o essencial para conseguir a efetivação é a vontade de ficar e querer crescer profissionalmente. “É uma oportunidade única de entrar em uma grande empresa na sua área de formação profissional”, analisa Gisele.

Quem também aproveitou a oportunidade foi Andressa Silva Guimarães, de 19 anos. Ela iniciou sua carreira na SJC Bioenergia como aprendiz, depois passou pelo estágio e recentemente foi contratada como assistente administrativo. A jovem que cursa matemática diz que estar sempre motivada foi fundamental para desempenhar bem o seu papel.

Sobre a SJC Bioenergia – A SJC Bioenergia é uma joint venture entre o Grupo USJ e a multinacional Cargill, com duas unidades industriais localizadas nos municípios de Cachoeira Dourada e Quirinópolis. A empresa conta com a experiência da Cargill na comercialização global de açúcar e etanol e do conhecimento de 70 anos do Grupo USJ na indústria canavieira, sendo uma das mais relevantes indústrias do setor no Brasil.

Fonte: Assessoria